sorte7.co

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
COMUNICAÇÃO

Vigiense abre a casa e o coração para milhares de brincantes

Localidade: Diversas localidades
13/02/2018 13h24
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval.Na foto, o jornalista Thiago Palheta. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval.Na foto, o jornalista Thiago Palheta. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
Sem Descrição <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
Sem Descrição
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, som automotivo. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, som automotivo. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o professor Pablo Pantoja, 37 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o professor Pablo Pantoja, 37 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
Sem Descrição <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
Sem Descrição
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, Júlio Leal Gomes. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, Júlio Leal Gomes. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, a nutricionista Adélia Rodrigues. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, a nutricionista Adélia Rodrigues. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
Sem Descrição <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
Sem Descrição
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
Sem Descrição <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
Sem Descrição
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, som automotivo. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, som automotivo. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o professor de Artes Francinaldo Rosa, 35 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o professor de Artes Francinaldo Rosa, 35 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, o coordenador da operação, Ivan Feitosa. FOTO: DIVULGAÇÃO DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, a família de Júlio Leal Gomes. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. Na foto, a família de Júlio Leal Gomes. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. o servidor público Reinaldo Lemos, 54 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. o servidor público Reinaldo Lemos, 54 anos. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
Sem Descrição <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
Sem Descrição
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ   |   Download
">
O professor Júlio Leal Gomes é natural de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, terra conhecida pela hospitalidade, principalmente em época festiva. Mantendo a tradição, no Carnaval Júlio e seus irmãos abrem a casa da família para amigos e outros parentes. Neste ano, o imóvel de quatro cômodos abrigou mais de 50 pessoas. Vigia tem um dos maiores e mais tradicionais carnavais do Pará. Nesta época do ano, a população do município, de 51.173 habitantes (Censo/IBGE), triplica com a chegada de brincantes oriundos de todo o Brasil, e os vigienses – igual coração de mãe - acolhem essa multidão. A estimativa é a cidade receber mais de 300 mil pessoas neste Carnaval. FOTO: IGOR BRANDÃO / AG PARÁ DATA: 13.02.2018 VIGIA - PARÁ
Foto: IGOR BRANDÃO / AG. PARÁ
mais galerias de fotos
sorte7.co Mapa do site