Fortune Rabbit

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
EDUCAÇÃO E CULTURA

'Concertos Didáticos' leva quase 800 alunos da rede pública estadual ao Theatro da Paz

O projeto da Fundação Carlos Gomes aproxima estudantes da vivência musical na centenária casa de espetáculos do Pará

Por Vinícius Leal (IDEFLOR-BIO)
17/10/2022 20h47

A plateia, os músicos e o majestoso Theatro da Paz: educação e cultura juntas nos 'Concertos Didáticos' Cerca de 800 alunos da rede pública estadual participaram, nesta segunda-feira (17), de mais uma edição do Projeto “Concertos Didáticos”, atividade de extensão da Fundação Carlos Gomes (FCG), que busca garantir aos estudantes de escolas públicas a vivência musical em uma das principais casas de espetáculos do Brasil, o Theatro da Paz.

A iniciativa proporcionou aos participantes momentos de convívio cultural, com as performances de grupos artísticos da FCG, em um recital que dialogou com a plateia. Desta vez, dez espaços de aprendizagem da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), na Região Metropolitana de Belém, foram escolhidos para acompanhar a programação.Estudantes de várias escolas registraram a visita na escadaria do Theatro da Paz

O centenário Theatro da Paz é, atualmente, o maior do gênero na Região Norte e um dos mais luxuosos do Brasil. É considerado um dos teatros-monumentos do País devido a sua suntuosidade. Embora há 130 anos situada no coração da capital paraense, muitos só conhecem a casa de espetáculos externamente, como Ana Clara Farias, 11 anos, aluna da Escola Estadual Moradores da Vila Nova. “Já passei várias vezes aqui na frente, e nunca tinha entrado. Esta é a primeira vez que vim ao teatro. Foi uma oportunidade maravilhosa, e assim que chegar em casa vou contar aos meus pais que aqui é um lugar muito lindo. Adorei as músicas que tocaram e algumas delas, inclusive, tenho o hábito de escutar, como Baby Shark e Bella Ciao”, contou.Grupos artísticos da Fundação Carlos Gomes proporcionaram aos alunos um inesquecível convívio musical

Quem também aprovou a experiência foi Luísa Gabriela Oliveira, 10 anos, que frequenta a Escola Estadual São Vicente de Paula. Foi a primeira vez que a estudante visitou a casa de espetáculos, e disse que ficou fascinada com a beleza do local. “Esse teatro é uma coisa que não dá nem para explicar, porque é tudo muito lindo! Com certeza, pretendo voltar mais vezes. Fiquei encantada com a maneira que as pessoas têm amor pela música, e adorei que tocaram minhas canções preferidas, ainda mais com flauta”, disse a estudante.

A diretora Maria do Socorro Gomes: "experiência única"Apesar de há muitos anos morar em Belém, a diretora da Escola Estadual Rodolfo Tourinho, Maria do Socorro Gomes, também nunca havia entrado no Theatro da Paz. “Está sendo uma experiência única para todos eles, inclusive para mim, porque é a primeira vez que estou vindo a este lugar magnífico. Grande parte dos alunos nunca saiu da comunidade onde vive. Este é um universo diferente para eles, e muitos já falam que querem voltar”, enfatizou.

Programação - Pela manhã, o espetáculo ficou por conta do Grupo de Flautas Doces da Amazônia e do Coral dos Alunos da Iniciação Musical do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG). A plateia foi composta por alunos das escolas estaduais Almirante Guillobel, Padre Pietro Gerosa, Joaquim Viana, Stélio Maroja e Profª. Maria Gabriela Ramos de Oliveira.

Luísa Gabriela Oliveira (c), da Escola Estadual São Vicente de Paula: fascinada pelo espaço culturalÀ tarde, o Coral de Flautas Transversais e o Coral de Trombones do IECG fizeram a programação que encantou alunos das escolas estaduais Almirante Guillobel, Erotildes Frota, Stélio Maroja, São Vicente de Paula, Rodolfo Tourinho, Cristo Rei e Moradores da Vila Nova.

Segundo a coordenadora de Pesquisa e Extensão da FCG, Thaís Araújo, o objetivo é dar continuidade ao projeto. “Em maio deste ano, retornamos com as atividades do ‘Concertos Didáticos’ após um período de dois anos de suspensão devido à pandemia de Covid-19. Em breve, vamos divulgar o calendário das próximas visitas neste belíssimo espaço cultural”, informou.Muitos estudantes aproveitaram todos os momentos da primeira visita à grandiosa casa de espetáculos

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destacou que a iniciativa é fundamental para o processo de formação dos alunos, para que eles tenham cada vez mais acesso aos espaços culturais disponíveis em Belém. “Esse é um projeto que garante a inclusão da comunidade escolar em espaços culturais desta natureza, e permite que nossos estudantes tenham uma perspectiva mais ampla, humana e criativa”, acrescentou a secretária.

Símbolo do apogeu - Construído nos tempos áureos do Ciclo da Borracha na Amazônia, o Theatro da Paz é símbolo de um período de grande crescimento econômico na região, quando Belém foi considerada a “Capital da Borracha”. Apesar do progresso, a cidade ainda não possuía um espaço de grande porte, capaz de receber espetáculos do gênero lírico. Para satisfazer o anseio da sociedade da época, o Governo da Província contratou o engenheiro militar José Tibúrcio de Magalhães, que iniciou ao projeto arquitetônico inspirado no Theatro Scala de Milão, na Itália.

Inaugurado em 15 de fevereiro de 1878, o Theatro da Paz foi a primeira casa de espetáculos construída na Amazônia, com características grandiosas: 1.100 lugares, acústica perfeita, lustres de cristal, piso em mosaico de madeiras nobres, afrescos nas paredes e teto, dezenas de obras de arte, gradis e outros elementos decorativos revestidos com folhas de ouro.

Fortune Rabbit Mapa do site