5gbet1

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SAÚDE

Hospital Regional do Baixo Amazonas se consolida como hospital de ensino

Por Redação - Agência PA (SECOM)
06/02/2015 16h48

Menos de um ano depois de receber dos ministérios da Saúde e da Educação o título de Hospital de Ensino e Pesquisa, o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), administrado pela Pró-Saúde, se consolidou como um polo de aperfeiçoamento profissional da área da saúde, recebendo em média 300 acadêmicos por mês das cinco maiores universidades de Santarém, além dos residentes médicos e multiprofissionais aprovados no processo seletivo da Universidade do Estado do Pará (Uepa).

O reconhecimento foi dado ao hospital na Portaria Interministerial nº 1.214, de 30 de maio de 2014. O gerenciamento das rotinas administrativas do Hospital Ensino são de responsabilidade da Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP), que recepciona acadêmicos dos cursos de fisioterapia, enfermagem, psicologia, radiologia, medicina, farmácia, serviço social, educação física, pedagogia e administração. Têm convênio com o HRBA as instituições de ensino superior: Faculdades Integradas do Tapajós (FIT), Instituto Esperança de Ensino Superior (Iespes), Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Uepa e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Segundo a pedagoga da DEP, Claudiléia Pereira Galvão, a recepção e entrada dos acadêmicos ocorre com um processo de interação. “A partir de segunda-feira teremos integração acadêmica nas universidades, aonde levamos os nossos palestrantes, que são colaboradores de alguns dos setores primordiais do hospital. Repassamos informações sobre as normas, diretrizes e rotinas, sobre o combate da infecção hospitalar e acidente com perfuro cortante, além de orientações sobre segurança no trabalho e também sobre a identificação para ingresso no hospital”, diz.

Nesta segunda-feira, 9, o HRBA inicia o processo de recepção dos estudantes de ensino superior. O processo de interação acadêmica começa às 14h30, na FIT, com os acadêmicos de enfermagem e serviço social; na terça-feira (10), às 9h, na Uepa, para os cursos de enfermagem, educação física e medicina; na quinta-feira (12), às 14h, no Iespes, com os acadêmicos de enfermagem, radiologia, administração, farmácia, psicologia e pedagogia, e no dia 9 de março, às 8h30min, na Ufopa, para os acadêmicos do curso de farmácia, e Ulbra, para serviço social.

Além das residências médicas e multiprofissionais e dos estágios, o HRBA também recepciona os acadêmicos que participam de projetos de extensão, como o ABC Brincando no HRBA, Cantinho da Alegria e Escolarização Hospitalar, que beneficia crianças internadas e residentes no hospital. O diretor geral do HRBA, Hebert Moreschi, destaca a importância da presença dos acadêmicos e residentes no contexto da saúde.

“Além de prestar assistência de média e alta complexidade, o Hospital regional do Baixo Amazonas tem a missão de enfrentar um dos problema mais graves na saúde do interior do país, que é a escassez de profissionais. Por isso, hoje somos também referência na formação de profissionais em saúde que atuarão em Santarém e região oeste do Pará, levando qualidade e segurança na assistência à população", disse Moreschi.

5gbet1 Mapa do site